Algas Calcarias Kg A Granel

R$120,00

Fora de estoque

Descrição

Diferente do que as pessoas normalmente imaginam, o Lithothamnium calcareum NÃO é uma alga verde, ao contrário, faz parte do grupo de algas calcárias, vermelhas, cujo crescimento em camadas superpostas provoca a morte das camadas inferiores, que se calcificam (tornando-se acinzentado ou levemente creme), produzindo o que é chamado de “granulado bioclástico marinho”. Ao longo das marés, algumas destas estruturas se soltam e são “roladas” pelo movimento das correntes, formando os “rodolitos” que, semelhante ao que acontece com os seixos dos rios, tem formato arredondado. Estes vão se acumulando em determinados locais no fundo do oceano, as jazidas, cuja qualidade varia em função da qualidade da água da região (afluentes da foz dos rios da região). Ricas em carbonato de cálcio e de magnésio, as algas deste gênero crescem em camadas superpostas que provocam a morte e “fossilização” das camadas inferiores numa velocidade de 4mm por ano. O processo de extração licenciado pelo IBAMA apenas permite a retirada das estruturas mortas (os “rodolitos”), não afetando assim a sustentabilidade das áreas.

Como não há alteração química na composição do produto, ou seja, é 100% natural. apresenta como composição média entre 32% e 38% de cálcio e 2% de magnésio, naturalmente é confundido com o calcário, porém o Lithothamnium é mais que isto. Além da riqueza em cálcio e magnésio, a estrutura da alga é bastante porosa, com 60% de espaços vazios, o que proporciona uma solubilidade bastante elevada. Por outro lado, sua composição bastante complexa (a literatura cita mais de 40 micronutrientes), está de tal forma balanceada que não apresenta antagonismos iônicos, pelo contrário, promove um equilíbrio iônico tal que pode ser considerado um tamponante orgânico.
Lithothamnium calcareum é uma alga calcária da família das corallinacea, pertencente ao grupo das algas vermelhas.

As algas calcárias são os organismos que mais acumulam o carbonato de cálcio em seu interior, sendo compostas, além do carbonato de cálcio e magnésio, de mais de 20 oligoelementos, presentes em quantidades variáveis tais como ferro (Fe), boro (B), potássio (K), manganês (Mn), zinco (Zn), molibdênio (Mo), silício (Si), fósforo (P) e estrôncio (Sr) (DIAS, 2000).
A presença de outros minerais torna o Lithothamnium um suplemento completo, uma vez que possui elementos auxiliares para absorção do cálcio.

É necessário haver balanceamento na ingestão de compostos farmacológicos que visam melhorar a saúde dos ossos de um ser humano. Para se obter os benefícios nutricionais do cálcio, a presença de magnésio e fósforo se faz necessária, além de outros micronutrientes, todos estes presentes no “Lithothamnium sp” e ausentes na farinha de ostra ou de conchas.
MACROMINERAIS (São necessários em quantidades relativamente altas no nosso organismo – consumo superior a 100mg/dia)

Cálcio Mineral mais abundante no nosso organismo, principal componente do sistema esquelético. Quantidades essenciais de cálcio são necessárias para a contração muscular, coagulação sanguínea, funções cardíacas, transmissão de impulso nervoso ou sináptico, suporte estrutural do esqueleto, agindo também como mediador da ação de vários hormônios. A ingestão adequada de Ca é essencial para o crescimento e desenvolvimento normal do esqueleto e dentes, e para a mineralização óssea adequada.

Magnésio É um mineral presente em todas as células. O magnésio é um mineral essencial para o corpo humano, necessário para mais de 300 processos biológicos muito importantes. Além de melhorar a absorção da Vitamina D, o magnésio auxilia na regulação do cálcio no organismo e sua devida fixação nos ossos. Beneficia a pressão arterial e ajuda a prevenir uma parada cardíaca súbita, ataque cardíaco e derrame.

Fósforo – Assim como o cálcio, é vital para a construção de ossos e dentes fortes. Compõe a estrutura das células e é importante em muitas reações bioquímicas, como no metabolismo energético. As quantidades de fósforo e cálcio precisam estar em equilíbrio entre si para que exerçam suas funções.

Cloro – O cloro ionizado atua na regulação da pressão osmótica, juntamente com o sódio, mantendo o balanço aquoso. Participa da manutenção do pH sanguíneo. Normalmente encontra-se em equilíbrio com o sódio e o potássio.

Sódio – Juntamente com o potássio, regula o equilíbrio hídrico do organismo. Influencia a condução dos impulsos nervosos, contrações musculares e pressão arterial.

Potássio – Associado com o sódio, atua no balanço hídrico do organismo, transporta corrente elétrica, atua na transmissão de impulsos nervosos, mantém a freqüência cardíaca e pressão arterial normais.

MICROMINERAIS (São necessários apenas em pequenas quantidades no nosso organismo – consumo inferior a 100mg/dia)

Ferro – Antioxidante (combate os radicais livres, evitando a formação de placas de gorduras nas artérias), aumenta as defesas do organismo, necessário para a produção de hemoglobina e responsável pela assimilação e transporte de oxigênio para as células.

Zinco – É vital para o crescimento e desenvolvimento do organismo.
Regula o desenvolvimento sexual, a produção de insulina, o sistema imune e ação antioxidante.

Selênio – Protege o sistema imunológico, age em conjunto com a vitamina E como um potente antioxidante, combatendo a atividade dos radicais livres. Tem ação de proteção contra o câncer e é essencial para a função normal da tireóide.

Cobre – Antioxidante, ajuda na absorção do ferro, participa da produção de hemoglobina e regulador do colesterol. Necessário para a produção de energia.

Iodo – Regula a função da glândula tireoide. É necessário na regulação do crescimento e desenvolvimento do corpo.

Manganês – É importante para a produção de algumas enzimas, participa da formação de ossos e tendões e possui ação antioxidante.

Marca: CENAVISA

Informação adicional

Peso1 kg
Dimensões16 × 11 × 2 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.